O QUE É CIÊNCIA DOS DADOS (DATA SCIENCE) 02 – A ERA DO CONHECIMENTO E DA SABEDORIA

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

           Neste momento extraordinário em que transita humanidade o qual são exigidos  saberes nas diferentes as áreas do conhecimento, na busca de soluções baseadas em evidências clínicas ou mesmo  resultados confiáveis na eminência de um colapso pandêmico, advém a tecnologia da informação como suporte neste período de turbulência.

            É raro um instante tão especial que os ecossistemas mundiais estão enfrentando e que o protagonista – um grupo de vírus (coronavirus) com aproximadamente 80–120 nm (0.00008 mm) – tem proporcionado um desequilíbrio político-estratégico, econômico-financeiro e principalmente na área saúde na população análogo aos períodos das últimas duas guerras mundiais.

           Coincidentemente ou não, os cientistas de diferentes áreas do saber estão dedicados a pesquisa de vacinas e/ou medicamentos para ir de encontro a esta ameaça. Parece que o conhecimento e a sabedoria são as principais armas frente a este desafio; os estudiosos tem os dados, dispõem de informações, quase que instantâneas de diferentes bases de dados,  contudo, devido a centenas de variáveis que este proplema apresenta, tenta usar ao máximo a tecnologia na busca da aplicação desses saberes trazendo esperança para todos.   

           Como a tecnologia está auxiliando os cientistas neste momento? No artigo anterior foi apresentado fundamentos de dados, informações, conhecimento e sabedoria; neste texto apresenta-se fragmentos sobre a evolução dos dados. Na última metade do século anterior – com os computadores eletrônicos e a Internet – trouxe ganho na aquisição de dados, informações e conhecimentos. Estes dispositivos como servidores, desktop (computadores de mesa), notebooks (portáteis), smartphones (celulares inteligentes), tablets, smartwatch (relógios inteligentes), wearables (tecnologias vestíveis), microchips subcultâneos, Internet Of Things – IOT (internet das coisas),  produzem uma quantidade gigantesca de dados e informações jamais concebida. Recentemente, no dia 23 de março de 2020, foi gerado o maior pico de dados no Brasil com cerca de 11Tb/s pico, segundo o Comitê Gestor da Internet – CGI e que apenas neste ano houve um incremento de 60% do aumento do tráfego de dados segundo o mesmo orgão. Atualmente são gerados, a cada 10 minutos, mais dados do que a humanidade gerou da pré-história até 2003. Neste cenário de gigantesca quantidade de dados – fenômeno de  Big Data – surgiram  tecnologias como a  Data Science (Ciência dos Dados) que auxiliam os cientistas, atravéz de seus algoritmos em busca de soluções. Um caso emblemático aconteceu em um evento tecnológico recente, em 2 dias foram identificados e estudados 77 compostos moleculares de futuras drogas com o potencial para combater o corona vírus. É importante ressaltar que se fossem usados computadores atuais levariam vários anos para o mesmo resultado.

             Essa aquisição de conhecimento e sabedoria, tendo como base os dados obtidos nos experimentos, é uma aplicação direta da Ciência dos Dados ou Data Science. Essa tecnologia transdisciplinar é composta por diferentes saberes desde a tecnologia da informação, matemática e estatística, especialização científica passando por Inteligência artificial, software e pesquisa,tudo isso em busca de detecção de padrões, extração de conhecimento, obtenção de insights que auxiliarão os cientista na tomada de decisão.
            Portanto a Ciência dos Dados ou Data Science é uma evolução tecnológica de extrema importância para a humanidade para auxiliar a obtenção de conhecimentos e consequentemente a sabedoria em busca de resolutividade de adversidades que surgirão como ocorreu com esta pandemia da Covid-19.

1.CORRÊA, Fernanda Côrte Real. Mineração de dados como ferramenta para análise de base de dados de genoma do vírus influenza A. 2017. Tese de Doutorado. https://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/566
Acesso 23 de abril de 2020.

2.Comitê Gestor da Internet-CGI.IX.br alcança marca de 10 Tb/s sw pico de tráfego Internet.https://ix.br/noticia/releases/ix-br-alcanca-marca-de-10-tb-s-de-pico-de-trafego-internet.Acesso 24 de abril de 2020.

3.IBM. IBM Supercomputer Summit Attacks Coronavirus.https://www.ibm.com/blogs/nordic-msp/ibm-supercomputer-summit-attacks-coronavirus.Acesso em 24 de abril de 2020.

4.MASTERS, Paul S. The molecular biology of coronaviruses. Advances in virus research, v. 66, p. 193-292, 2006. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0065352706660053. Acesso 23 de abril de 2020.
Sobre o autor:http://lattes.cnpq.br/3156542233383776