ESPAÇO SAUDENETWORK

O Espaço Saudenetwork é um site destinado a promover comunicação e educação on-line na área da saúde e áreas afins. Nosso objetivo é congregar diferentes áreas  para divulgar  assuntos em saúde usando tecnologias de: cursos on-line, webnários, teleconferências... Se desejar publicar alguma ideia relacionada, será muito bem-vinda. Envie-nos um contato.


 Acesso ao MoodleAmbiente Virtual de Aprendizagem

MAPA DA ESPERANÇA – CONFIRA A QUANTIDADES DE PESSOAS RECUPERADAS DO COVID-19 NO MUNDO

PENSEMOS POSITIVAMENTE!

O Saudenetwork criou e  publica diariamente o mapa e sua respectiva tabela da quantidade de  pessoas curadas da COVID – 19 no mundo.

Coloque o mouse nos círculos para ver informações!
Copie esse mapa: https://www.datawrapper.de/_/bm8UY
Copie essa tabela:https://datawrapper.dwcdn.net/FPlNc/60

THE MAP OF HOPE – HERE’S THE NUMBER OF PEOPLE THAT HAVE RECOVERED FROM COVID-19 WORLDWIDE

THINK POSITIVELY! Saudenetwork has created and are publishing maps and charts regarding the number of recovered cases from COVID-19 worldwide.

Hover the cursor over the circles for more information.

Copy this: https://www.datawrapper.de/_/MPHX9

Copy this: https://www.datawrapper.de/_/93x1M

TABLE OF PEOPLE RECOVERED FROM COVID-19 IN 35 COUNTRIES

Copy this chart: 

TABELA DAS PESSOAS RECUPERADAS DA COVID-19 EM 35 PAÍSES

Copie esta tabela: https://www.datawrapper.de/_/WYk0H

RECOMENDAÇÕES ACERCA DA ATENÇÃO PUERPERAL, ALTA SEGURA E CONTRACEPÇÃO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

O Ministério da Saúde disponibilizou uma nota técnica que versa sobre as recomendações da Atenção Puerperal, Alta segura e Contracepção durante a fase da pandemia do Covid-19.

NOTA TÉCNICA No 13/2020-COSMU/CGCIVI/DAPES/SAPS/MSnt_n13_2020_COSMU_CGCIVI_DAPES_SAPS_MS

VIDEOCONFERÊNCIA – Saudenetwork e Odonto 10x – Tema: Procedimentos Odontológicos durante a Covid-19

Creative Commons

Você tem a liberdade de: Compartilhar Copiar, distribuir e transmitir a obra, Remixar, Criar obras derivadas.Os autores solicita que sejam citados nestes casos.

Versão em pdf: Procedimentos Operacionais Padrões - POP - BIOSEGURANÇA - 2020 (pdf)

Versão em odt: Procedimentos Operacionais Padrões - POP - BIOSEGURANÇA - 2020 (odt)

Versão em docx: Procedimentos Operacionais Padrões - POP - BIOSEGURANÇA - 2020 (docx)

II WEBNAR NACIONAL DE ENGENHARIA CLÍNICA

Folder do Webnário – Acesse o Evento

Diante do cenário atual em que vive o Mundo, assolado pela pandemia da CoViD-19, onde verifica-se considerado número de pacientes que necessitam de internação hospitalar, tratamento intensivo, ocupando de maneira massiva leitos hospitalars, inclusive de UTI`s e UCI`s, demandando maior quantidade de corpo técnico e uso dos equipamentos eletromédicos, em destaque aparelhos de ventilação pulmonar mecânica invasiva.

É sabido que, em casos de extrema necessidade, e somente nesses casos, ventiladores pulmonares são compartilhados entre pacientes em tratamento de CoViD-19. Uma tentativa de salvar o maior número de vidas.

Entre esses e tantos outros equipamentos eletromédicos como deve realzado o dimensionamento da operação destas tecnlogias que devem ser utilizadas em favor da vida, mas que, se mal dimensionada e/ou operada pode agravar consideravelmente o quadro clínico daqueles que dela dependem.

Basicamente este será o tema que será apresentado e discutido junto com o Gerente de Engenharia Clínica do Hospital Israelita Albert Einstein, Antonio Gibertoni Junior.

Clique na imagem acima e tenha acesso a Webinar!

O QUE É CIÊNCIA DOS DADOS (DATA SCIENCE) 02 – A ERA DO CONHECIMENTO E DA SABEDORIA

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

           Neste momento extraordinário em que transita humanidade o qual são exigidos  saberes nas diferentes as áreas do conhecimento, na busca de soluções baseadas em evidências clínicas ou mesmo  resultados confiáveis na eminência de um colapso pandêmico, advém a tecnologia da informação como suporte neste período de turbulência.

            É raro um instante tão especial que os ecossistemas mundiais estão enfrentando e que o protagonista – um grupo de vírus (coronavirus) com aproximadamente 80–120 nm (0.00008 mm) – tem proporcionado um desequilíbrio político-estratégico, econômico-financeiro e principalmente na área saúde na população análogo aos períodos das últimas duas guerras mundiais.

           Coincidentemente ou não, os cientistas de diferentes áreas do saber estão dedicados a pesquisa de vacinas e/ou medicamentos para ir de encontro a esta ameaça. Parece que o conhecimento e a sabedoria são as principais armas frente a este desafio; os estudiosos tem os dados, dispõem de informações, quase que instantâneas de diferentes bases de dados,  contudo, devido a centenas de variáveis que este proplema apresenta, tenta usar ao máximo a tecnologia na busca da aplicação desses saberes trazendo esperança para todos.   

           Como a tecnologia está auxiliando os cientistas neste momento? No artigo anterior foi apresentado fundamentos de dados, informações, conhecimento e sabedoria; neste texto apresenta-se fragmentos sobre a evolução dos dados. Na última metade do século anterior – com os computadores eletrônicos e a Internet – trouxe ganho na aquisição de dados, informações e conhecimentos. Estes dispositivos como servidores, desktop (computadores de mesa), notebooks (portáteis), smartphones (celulares inteligentes), tablets, smartwatch (relógios inteligentes), wearables (tecnologias vestíveis), microchips subcultâneos, Internet Of Things – IOT (internet das coisas),  produzem uma quantidade gigantesca de dados e informações jamais concebida. Recentemente, no dia 23 de março de 2020, foi gerado o maior pico de dados no Brasil com cerca de 11Tb/s pico, segundo o Comitê Gestor da Internet – CGI e que apenas neste ano houve um incremento de 60% do aumento do tráfego de dados segundo o mesmo orgão. Atualmente são gerados, a cada 10 minutos, mais dados do que a humanidade gerou da pré-história até 2003. Neste cenário de gigantesca quantidade de dados – fenômeno de  Big Data – surgiram  tecnologias como a  Data Science (Ciência dos Dados) que auxiliam os cientistas, atravéz de seus algoritmos em busca de soluções. Um caso emblemático aconteceu em um evento tecnológico recente, em 2 dias foram identificados e estudados 77 compostos moleculares de futuras drogas com o potencial para combater o corona vírus. É importante ressaltar que se fossem usados computadores atuais levariam vários anos para o mesmo resultado.

             Essa aquisição de conhecimento e sabedoria, tendo como base os dados obtidos nos experimentos, é uma aplicação direta da Ciência dos Dados ou Data Science. Essa tecnologia transdisciplinar é composta por diferentes saberes desde a tecnologia da informação, matemática e estatística, especialização científica passando por Inteligência artificial, software e pesquisa,tudo isso em busca de detecção de padrões, extração de conhecimento, obtenção de insights que auxiliarão os cientista na tomada de decisão.
            Portanto a Ciência dos Dados ou Data Science é uma evolução tecnológica de extrema importância para a humanidade para auxiliar a obtenção de conhecimentos e consequentemente a sabedoria em busca de resolutividade de adversidades que surgirão como ocorreu com esta pandemia da Covid-19.

1.CORRÊA, Fernanda Côrte Real. Mineração de dados como ferramenta para análise de base de dados de genoma do vírus influenza A. 2017. Tese de Doutorado. https://repositorio.ufcspa.edu.br/jspui/handle/123456789/566
Acesso 23 de abril de 2020.

2.Comitê Gestor da Internet-CGI.IX.br alcança marca de 10 Tb/s sw pico de tráfego Internet.https://ix.br/noticia/releases/ix-br-alcanca-marca-de-10-tb-s-de-pico-de-trafego-internet.Acesso 24 de abril de 2020.

3.IBM. IBM Supercomputer Summit Attacks Coronavirus.https://www.ibm.com/blogs/nordic-msp/ibm-supercomputer-summit-attacks-coronavirus.Acesso em 24 de abril de 2020.

4.MASTERS, Paul S. The molecular biology of coronaviruses. Advances in virus research, v. 66, p. 193-292, 2006. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0065352706660053. Acesso 23 de abril de 2020.
Sobre o autor:http://lattes.cnpq.br/3156542233383776

TELEMEDICINA – ATENDIMENTO E PRESCRIÇÃO DE MEDICAMENTOS

O Ministério da Saúde brasileiro, em uma medida excepcional e temporária devido a pandemia de COVID-19, baixou a Portaria Nº 467 de 20 de março de2020, que possibilita além de outras medidas:

Art. 5º Os médicos poderão, no âmbito do atendimento por Telemedicina, emitir atestados ou receitas médicas em meio eletrônico.

Art. 6º A emissão de receitas e atestados médicos à distância será válida em meio eletrônico, mediante:

I – uso de assinatura eletrônica, por meio de certificados e chaves emitidos pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil…

          Mas o que é uma assinatura eletrônica ( certificado digital)? A assinatura eletrônica ou Certificado Digital é uma tecnologia que garante alguns princípios como: autenticidade, confidencialidade, integridade e não repúdio em um documento assinado:

  • Autenticidade: garantia da autoria do documento assinado;
  • Confidencialidade: garante a privacidade do documento só as pessoas ou organizações envolvidas podem ler o mesmo;
  • Integridade: garante que o documento assinado é íntegro não foi alterado;
  • Não repúdio: garante que quem recebeu o documento assinado por um emissor não poderá negar a sua autoria;
  • Âncora Temporal: certeza da relação de precedência com outros documentos.
Fig.01 – Smart Card da Certificado Digital da Certificadora Certisign do tipo A3

O Certificado digital é uma assinatura eletrônica onde se utiliza a tecnologia de criptografia para codificar esta assinatura.

No Brasil existe as certificadoras que são as responsáveis por prestar o serviço de certificados digitais para pessoa física ou jurídica.

Exemplo de assinatura digital nesta mesma portaria  http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=23/03/2020&jornal=601&pagina=1

Há vário tipos de Certificados digitais:

  1. Tipo A – Certificado de Assinatura Digital assinatura digital (A1, A3, A4)
  2. Tipo S – Certificado de Sigilo e Confidencialidade (S1, S3, S4)
  3. Tipo T – Certificado de Tempo (T3)
  4. e-CPF – CPF Eletrônico
  5. e-CNPJ – CNPJ Eletrônico
  6. NF-e – Nota Fiscal Eletrônica

Os formatos A1 e A3 são os mais adequados para a assinatura do profissional da saúde. O A1 – este certificado é armazenado no computador, no celular ou tablet; o A3 é armazenado em um Cartão ou em um Token.

Fig.02 – Cartão A3 no leitor na porta USB do notebook.

 

 

Este é um cartão do tipo A3  em um leitor de cartão plugado na porta USB que pode ser 2.0 ou 3.0. Basta apenas instalar o certificado e usá-lo para assinar seus documentos.

 

 

Mas porque eu deveria usar um certificado digital? O principal motivo de uso deste tipo de certificado é a praticidade com que assinamos documentos não físico como exemplo: acesso e assinatura da sua conta na receita federal, assinatura de outros documentos como a justiça e agora para com essa medida pode-se assinar receita médica e atestados médico e outros.

Portanto chegou o momento da certificação digital ou assinatura digital mostrar sua importância e que os profissionais da saúde possam fazer uso independente de situações especiais como é este momento.

Referência:

Brasil, Ministério da Saúde. Portaria no 467 que regula a telemedicina em todo o território brasileiro. http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=23/03/2020&jornal=601&pagina=1

RESENDE, Dilma A. Certificação Digital. Revista Jurídica UNIGRAN, v. 11, n. 22, p.111, 2009.https://www.unigran.br/dourados/revista_juridica/ed_anteriores/22/artigos/artigo09.pdf

CPki - Public Key Infrastructure https://www.gta.ufrj.br/grad/07_2/delio/Conceito.html

Edson Laranjeiras-http://lattes.cnpq.br/3156542233383776

O PAÍS ESTÁ DOENTE E NÃO É DE COVID-19

Hoje levanto a seguinte questão: o que os governantes devem fazer para mitigar os problemas advindos de uma pandemia? Como devem funcionar as estratégias de saúde de um país, independentemente de endemias, epidemias ou mesmo no caso de pandemias? Por que os países tiveram tantos problemas frente a esta pandemia da CoViD-19?

Não gostaria que a preocupação fosse com as pessoas depois de elas enfrentarem um problema do tipo que estamos enfrentando agora. Por que não prepará-las antecipadamente para o caso de isto acontecer num futuro, ainda que desconhecido? visto que, em toda a história da humanidade existe registro de grandes epidemias e pandemias, tais como a peste de Siracusa, a Peste Justiniana, a terrível Peste Negra (sec XIV), a própria gripe Espanhola em 1918 entre tantas outras!

Seria necessário ressuscitar Osvaldo Cruz?

Não estou falando em impedir a ocorrência de uma pandemia, isso seria muita pretensão da parte de qualquer um, mas falo sim, de tentar mitigar os efeitos adversos que uma pandemia pode provocar na saúde mental de uma população.

O que temos? Em pleno século XXI, países desenvolvidos sem estrutura de saúde capazes de atender os menos favorecidos socioeconomicamente de sua população; e o Brasil com um modelo teórico de sistema de saúde que prega a equidade e a universalidade, já sufocado antes mesmo da ocorrência de uma pandemia.

Podemos afirmar que, me limitando ao Brasil, minha nacionalidade e país onde vivo, está doente hoje, e não é de CoVid-19, é de uma política pobre, suja e fétida que vem em estado de putrefação há muitos longos anos, apoiada numa falta de investimento em educação, que antes era decadente, hoje, inexistente.

Vivemos em um país onde professor é mendigo, estudante é praticamente “vagabundo”, “marginal”, “preguiçoso”, “desocupado” e fazer ciência é dispendioso, custoso, caro; profissional é capacho do patrão que, se não fizer como o patrão quer é demitido.

Mas hoje, em abril de 2020, desde o início do ano, o mundo está preocupado com um vírus. Porém, dominamos uma tecnologia de uma arma de destruição em massa, a tão temida bomba atômica; temos a ciência, e já enviamos os primeiros homens à Lua (e que fique bem claro, desde a década de 1960); enviamos sondas de exploração espacial para outros planetas; detectamos buraco negro; podemos nos comunicar através de sons e imagens em frações de segundos, graças a tecnologia da internet (e que fique bem claro, desde a guerra fria), mas que não descobrimos a cura para a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (HIV/AIDS), diga-se de passagem, descoberta em 1981 e desde então já matou mais de 35 milhões de pessoas, de acordo com o Portal Médico sem Fronteiras (MSF).

E, em abril de 2020 temos que ficarmos trancados/confinados dentro de nossas casas por conta de outro vírus que pode levar a superlotação dos hospitais que, de acordo com os noticiários, a nível de Brasil, sempre estiveram superlotados e sucateados. Somente agora nos preocupamos com a falta de leitos de UTI; com a falta de equipamentos eletromédicos, até mesmo com a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) dos profissionais de saúde.

Um mundo globalizado, predominantemente capitalista, com as atividades de comércio paradas!

Não tenho qualquer oposição a ideologia política, porém, sou a favor daquela que funcione, que vise primeiramente as necessidades básicas do ser humano, secundariamente atenda os anseios da maioria.

Em pleno século XXI, em meio a uma crise mundial pandêmica, não é pra se discutir a destinação dos recursos financeiros, ainda assim, ouve-se falar em desvios!

Sim, estamos em um país doente, e não é de CoViD-19